“Relatos do Mundo”: Não tão novo, mas eficiente

“Relatos do Mundo”: Não tão novo, mas eficiente
Reading Time: 3 minutes
Assista ao trailer

Ironicamente, um filme chamado “Relatos do Mundo”, não possui nada de novo. Estrelado por Tom Hanks (de tantos filmes icônicos), “News of the World” é basicamente um filme que conta uma história que todo mundo já viu, pelo menos uma vez: Um personagem vivendo em seu mundo, chamado para uma aventura, e só depois de toda a jornada ele consegue alcançar seus objetivos. 

Ruim? Não, pera…

No entanto, não estou apontando isso como um ponto negativo. Não são todos os filmes que tem como objetivo mudar as formas convencionais de narrativa que estamos acostumados. Se pararmos bem pra pensar, na história do cinema existe um grupo seleto de filmes que realmente modificaram a linguagem e a narrativa cinematográfica. 

Não parece que “Relatos do Mundo” busca inovar de alguma forma o gênero do faroeste, ao contrário disso, ele busca se aprofundar ainda mais na forma de contar histórias bem comuns a outros filmes do gênero. 

Jefferson Kyle Kidd (Tom Hanks) é um capitão que lutou durante a guerra dos Estados Unidos e que vive a vida viajando e lendo as notícias de jornal para quem se interessar. Em uma dessas viagens ele encontra uma garota chamada Johanna (Helena Zengel) que foi criada por índios depois da tribo assassinar os seus pais. Quando Kidd a encontra Johanna ela estava sendo transportada para a casa de parentes, pelo fato dos índios que haviam criado ela terem também sido assassinados. 

Jornada de amizade

A jornada de Kidd e Johanna nos é mostrada através da perspectiva de como ambos acabam criando uma ligação de amizade. Ambos estão perdidos e sem rumo fixo, marcados por tragédias relacionadas à morte de pessoas próximas. Tudo isso junto com as aventuras e perrengues que passam durante a jornada estreitam ainda mais a relação entre ambos, os fazendo criar um laço muito maior do que a tarefa que Kidd estava buscando completar. 

Tudo isso só tem êxito e se concretiza na cabeça de quem está assistindo ao filme graças a ótima atuação de Helena Zengel. Com tranquilidade, é possível afirmar, que assim como no filme, Tom Hanks só está ali para auxiliar a performance de Helena, que mesmo com pouquíssimas falas consegue nos transmitir tudo o que é necessário e nos entrega uma atuação fenomenal, se tornando a verdadeira protagonista do filme, com seus 13 anos de idade.

Vale?

“Relatos do Mundo” não é inovador, mas joga no seguro e consegue nos entreter durante as 2 horas de duração. Usa clichês, mas eles só são chamados assim por funcionarem, e no final, o filme funciona bem. 

Euller Felix

Euller Felix

Cientista Social. Criador, editor e host do podcast Necronomiconversa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *