Os Farofeiros – Comédia retrata os perrengues de viagem do brasileiro


O tema “viagem atrapalhada” é muito presente nas comédias americanas. Ele costuma causar identificação, afinal, quem nunca passou por um perrengue em uma situação dessas, não é mesmo? “Os Farofeiros”, dirigido por Roberto Santucci e escrito por Paulo Cursino, traz a versão brasileira de uma viagem em que tudo dá errado.

Colegas de trabalho, Alexandre (Antônio Fragoso), Lima (Maurício Manfrini), Rocha (Charles Paraventi) e Diguinho (Nilton Bicudo) decidem sair juntos em uma viagem com suas famílias para curtir o feriadão do Ano Novo. A promessa de Lima foi de que a praia, a casa alugada e tudo mais era excelente, e como já dá para imaginar, não era nada daquilo.

Veja o trailer aqui

Além do lugar horrível, o que já traz um estresse natural, existe outra situação na viagem: Alexandre acabou de descobrir que foi promovido a gerente e precisa demitir um de seus amigos. Em meio a confusões, barracos e sujeira, essas famílias tentam aproveitar o mínimo dessa viagem.

Identificação garante risadas

A grande chamada para o filme é a participação de Maurício Manfrini, que interpreta o personagem Paulinho Gogó no programa “A Praça é Nossa” (SBT). Manfrini tentou desvincular um personagem do outro, mas não existem tantas diferenças entre Gogó e Lima. O jeito de falar errado e as piadas escatológicas não arrancam tantas risadas, soando desnecessárias algumas vezes.

O destaque do filme é a parceria entre Manfrini e Cacau Protássio, que interpreta a esposa de Lima, Jussara. Os dois formaram uma ótima dupla – com grande mérito para Cacau. Daniele Winits interpreta a esposa de Alexandre, Renata. A personagem é a típica mulher de classe média, reclama de tudo o tempo todo, e Daniele Winits abusou dos gritos para passar essa personalidade – algo que incomoda bastante na primeira parte do filme. Aline Riscado faz o papel da bonitona que é julgada por todos por namorar um cara considerado “feio” para ela. Apesar do papel não trazer grandes desafios, sua interpretação também não deixa a desejar.

Além de causar identificação pelos perrengues de uma viagem, o “Os Farofeiros” também aborda de maneira sutil um assunto que, infelizmente, está presente na vida de muitos brasileiros: o desemprego e a crise econômica. Esse é um momento do país que vai ficar registrado em diversos filmes, seja em comédias, dramas ou outros gêneros.

Uma passagem muito interessante do filme é uma espécie de homenagem ao cinema nacional. O roteirista, Pedro Caruso, quis mostrar que os brasileiros costumam criticar essas produções, mas na verdade fingem não se enxergar nelas, o que faz bastante sentindo. Existe uma outra cena que se destaca, protagonizada por Daniele Winits, em que o diretor Roberto Santucci recria de forma muito bem-humorada um clássico do terror.

“Os Farofeiros” é uma comédia que mostra os problemas de viagem (e de vida) de grande parte da população brasileira. É um filme leve, divertido e que vai causar identificação em toda a família.

.

Comente!