Aos Teus Olhos – Quando as redes sociais viram um tribunal

O assunto “fake news” tem recebido bastante atenção nos últimos tempos. Os efeitos de uma acusação sem provas podem ser devastadores para quem está envolvido nessa situação, que tem acontecido cada vez mais na internet. Essa é a principal reflexão do filme “Aos Teus Olhos”, dirigido por Carolina Jabor e escrito por Lucas Paraizo. O roteiro é inspirado na peça espanhola “El Principi D’Arquimedes”, de Josep Maria Miró e no filme “El Virus de La Por”, de Ventura Pons.

O longa conta a história de Rubens (mais uma ótima interpretação de Daniel de Oliveira), um professor de natação extrovertido e muito querido pelos seus alunos. Sua vida vira de ponta cabeça quando ele é acusado por uma das mães das crianças de dar um beijo na boca do seu filho. A mulher comunica os pais dos outros alunos em um grupo de WhatsApp, e a notícia é espalhada com muita velocidade. Logo vemos os veículos de comunicação publicarem o caso e Rubens ser julgado por todos.

 

Veja o trailer aqui

 

Filme mostra vários lados de um linchamento virtual

A história se passa em 24h, e podemos acompanhar as diferentes reações dos personagens durante esse tempo. No grupo de pais no WhatsApp, as opiniões divergem sobre a acusação. Nesse momento, a câmera foca na tela do smartphone, é como se o telespectador também estivesse dentro do grupo acompanhando as mensagens e fosse pressionado a dar uma opinião.

O pai do menino, interpretado por Marco Ricca, não aprova a atitude da mulher em espalhar a notícia, e mostra um outro assunto que também é abordado de forma sutil no filme: a relação que algumas pessoas fazem entre pedofilia e homossexualidade. Ele acredita que Rubens assediou seu filho porque é gay, e teme a exposição do menino. Já a proprietária da escola, interpretada por Manu Galli, acredita em Rubens, mas se vê de mãos atadas nessa situação.

O professor, claro, se defende, mas ele não faz isso de forma clara, o que traz muitas dúvidas para o telespectador. Além disso, desde o começo do filme Rubens é mostrado como um personagem de caráter duvidoso, que tem opiniões no mínimo estranhas sobre sexo. Em contrapartida, alguns comentários da mãe do menino que supostamente foi abusado também causam estranheza.

A dúvida existe durante todo o tempo, afinal, ele é culpado ou inocente? Fica claro que nessa história o que importa não é dar respostas para o telespectador, e sim provocar a reflexão sobre os linchamentos virtuais. Um acusado só pode ser condenado após um julgamento justo, mas quando milhares de pessoas acusam alguém na internet, um veredito já é dado – e a pena pode ser bem pior do que a cadeia.

“Aos Teus Olhos” retrata de maneira fiel os perigos de uma situação que acompanhamos cada vez mais na internet. É uma história bem contada, com um final ousado que incomoda de propósito.

.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*