Com Hollywood parada, China coloca dois filmes entre os mais rentáveis do ano

Com Hollywood parada, China coloca dois filmes entre os mais rentáveis do ano
Reading Time: 2 minutes

Voltando antes dos americanos, cinema chinês fez duas bilheterias expressivas


 

A China já era importante para o faturamento do cinema mundial (não à toa, “Mulan” foi todo preparado para o mercado de lá). Aí a pandemia chegou e forçou os cinemas e estúdios a fecharem por aqui também. Isso pôs uma realidade nova no mercado: Dos 10 filmes que mais venderam ingressos em 2020, dois são do país asiático.

Como explicar o fenômeno? Talvez existam várias somatórias nessa conta. Entre elas, a China ter sido um dos países onde mais rápido se adequou ao que chamam de “novo normal”, enquanto os demais ainda tentavam controlar – biologicamente e politicamente falando – os efeitos do Coronavírus. Outro fator que pode explicar é a própria maneira com que os chineses lidam com seu mercado, dando mais visibilidade às próprias obras locais que à estrangeiras. Somando-se ao fato que os grandes estúdios de Hollywood foram forçados a postergar várias vezes as datas de estréia dos seus filmes, os blockbusters acabaram ficando pra depois e apenas poucos filmes entraram nos cinemas, fazendo as pessoas dedicarem seu tempo ao streaming, por exemplo.

 

A lista das dez bilheterias até esta matéria contém (emn milhões de dólares):

  1. Os 800 => 460 mi
  2. Bad Boys para sempre => 426 mi
  3. Tenet => 334 mi
  4. Sonic => 308 mi
  5. Dolittle => 245 mi
  6. Aves de Rapina => 201 mi
  7. Legend of Deification => 163 mi
  8. Dois Irmãos => 163 mi
  9. O Homem Invisivel => 130 mi
  10. O chamado da Floresta => 107 mi

 

 

“Os 800” (Bābǎi – 八佰)

https://www.youtube.com/watch?v=kbikn8Q148c

 

“The Eight Hundred” , como foi lançado internacionalmente, é um drama de guerra ambientado no começo da guerra sino-japonesa (1937 – 1945)., entre a República da China e o Império Japonês. O filme conta a história de 800 soldados chineses no meio do conflito.

O filme é dirigido por Hu Guan (Mr. Six) e estreou em Agosto na China.

 

Legend of Deification (Jiang Ziya – 姜子牙 )

https://www.youtube.com/watch?v=Dm7jLSqY8zs

 

A animação “A Lenda da Deificação” conta a história de Jiang Ziya, um guerreiro banido do mundo dos mortais que vira escravo de um monstro na tentativa de retornar ao mundo e tornar-se uma divindade. Teng Cheng e Li Wei são os diretores.

 

Ainda que estes filmes tenham cifras interessantes, é imporante notar como os números são diferentes da Ásia para o resto do mundo. Mesmo “The 800” e “The Legend of Deification” fazendo parte deste ranking, eles só saíram da China para apenas 3 outros países: Australia, Nova Zelândia e Inglaterra. A volta dos cinemas de fato poderia mudar esta conta, mais já deixa claro que se o cinema asiático começar a expandir, podemos começar a presenciar concorrências acirradas entre Hollywood e China pelos cinemas mundo afora.

Rickk Barbosa

Rickk Barbosa

Criou o site, mas agora só se diverte com ele. Além de redator do cinetop, é podcaster do Cinema em Série.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *