Com Hollywood parada, China coloca dois filmes entre os mais rentáveis do ano

Com Hollywood parada, China coloca dois filmes entre os mais rentáveis do ano

Voltando antes dos americanos, cinema chinês fez duas bilheterias expressivas


 

A China já era importante para o faturamento do cinema mundial (não à toa, “Mulan” foi todo preparado para o mercado de lá). Aí a pandemia chegou e forçou os cinemas e estúdios a fecharem por aqui também. Isso pôs uma realidade nova no mercado: Dos 10 filmes que mais venderam ingressos em 2020, dois são do país asiático.

Como explicar o fenômeno? Talvez existam várias somatórias nessa conta. Entre elas, a China ter sido um dos países onde mais rápido se adequou ao que chamam de “novo normal”, enquanto os demais ainda tentavam controlar – biologicamente e politicamente falando – os efeitos do Coronavírus. Outro fator que pode explicar é a própria maneira com que os chineses lidam com seu mercado, dando mais visibilidade às próprias obras locais que à estrangeiras. Somando-se ao fato que os grandes estúdios de Hollywood foram forçados a postergar várias vezes as datas de estréia dos seus filmes, os blockbusters acabaram ficando pra depois e apenas poucos filmes entraram nos cinemas, fazendo as pessoas dedicarem seu tempo ao streaming, por exemplo.

 

A lista das dez bilheterias até esta matéria contém (emn milhões de dólares):

  1. Os 800 => 460 mi
  2. Bad Boys para sempre => 426 mi
  3. Tenet => 334 mi
  4. Sonic => 308 mi
  5. Dolittle => 245 mi
  6. Aves de Rapina => 201 mi
  7. Legend of Deification => 163 mi
  8. Dois Irmãos => 163 mi
  9. O Homem Invisivel => 130 mi
  10. O chamado da Floresta => 107 mi

 

 

“Os 800” (Bābǎi – 八佰)

https://www.youtube.com/watch?v=kbikn8Q148c

 

“The Eight Hundred” , como foi lançado internacionalmente, é um drama de guerra ambientado no começo da guerra sino-japonesa (1937 – 1945)., entre a República da China e o Império Japonês. O filme conta a história de 800 soldados chineses no meio do conflito.

O filme é dirigido por Hu Guan (Mr. Six) e estreou em Agosto na China.

 

Legend of Deification (Jiang Ziya – 姜子牙 )

https://www.youtube.com/watch?v=Dm7jLSqY8zs

 

A animação “A Lenda da Deificação” conta a história de Jiang Ziya, um guerreiro banido do mundo dos mortais que vira escravo de um monstro na tentativa de retornar ao mundo e tornar-se uma divindade. Teng Cheng e Li Wei são os diretores.

 

Ainda que estes filmes tenham cifras interessantes, é imporante notar como os números são diferentes da Ásia para o resto do mundo. Mesmo “The 800” e “The Legend of Deification” fazendo parte deste ranking, eles só saíram da China para apenas 3 outros países: Australia, Nova Zelândia e Inglaterra. A volta dos cinemas de fato poderia mudar esta conta, mais já deixa claro que se o cinema asiático começar a expandir, podemos começar a presenciar concorrências acirradas entre Hollywood e China pelos cinemas mundo afora.

Rickk Barbosa

Rickk Barbosa

Criou o site, mas agora só se diverte com ele. Além de redator do cinetop, é podcaster do Cinema em Série.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *