Próximo dos 90 anos de existência, Cine Roxy de Santos abre campanha pra continuar existindo

Próximo dos 90 anos de existência, Cine Roxy de Santos abre campanha pra continuar existindo
Reading Time: < 1 minute

Campanha de doação foi aberta para ajudar a manter o prédio e os funcionários


O Cine Roxy 5, um dos últimos remanescentes do cinema de rua no estado de São Paulo, completou 87 anos de existência nesta Segunda-Feira (15). Apesar do marco, o momento é de preocupação com o futuro do estabelecimento.

Devido às complicações impostas pela pandemia, o Roxy corre risco de ser despejado de seu endereço tradicional em Santos, na Av. Ana Costa. Para manter o cinema aberto, uma campanha de financiamento coletivo foi aberta.

“Ficamos de março a outubro com faturamento zero. Quando reabriu, a taxa de ocupação não chegou a 10% do normal. Isso causou todo tipo de dificuldades, não tivemos como fazer frente aos compromissos” diz Toninho Campos, diretor do Cine Roxy, para o G1 Santos.

Um patrimônio local

Fundado em 1934 o Cine Roxy é um negócio de família, literalmente. Toninho Campos, atual diretor, é neto do fundador, Antonio Campos, e atravessou gerações de famílias da Baixada Santista. Em sua entrada, existe uma “Calçada da Fama”, homenageando personalidades santistas, como os atores Ney Latorraca, Nuno Leal Maia, Bete Mendes e Sergio Mamberti, o crítico Rubens Ewald Filho, e também o jogador Neymar, dentre vários outros. Na intenção de valorizar ainda mais o circuito cinematográfico santista, Toninho Campos trouxe ao Roxy estréias temáticas, premiéres com com atores e demais eventos para a cidade, marcando o Roxy como uma espécie de ‘capital do cinema’ na região.

O link para doação está aqui.

Rickk Barbosa

Rickk Barbosa

Criou o site, mas agora só se diverte com ele. Além de redator do cinetop, é podcaster do Cinema em Série.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *