Cinetop TOP’s: Filmes de Casino


Prepare sua mão, sua mesa e seu controle

Não é difícil encontrar amantes das cartas por aí, e entre eles, aqueles que demonstram devoção ao mais clássico deles: O pôquer. Não à toa, o jogo cresce muito no mundo inteiro e sites como o Casino Época fazem sucesso só crescem com a temática.

Além de inspirar diversão e instigar nessa empolgante modalidade online, casinos e pôquer já viraram ótimos filmes no cinema. As viradas que eles inspiram e jogadas de mestre foram retratadas em vários filmes, e aqui listamos cinco dentre os melhores do tema:

Maverick (1994)

Um malandro que quer participar de um torneio. Isso é basicamente o que “Maverick” traz a nós. Nele, Mel Gibson dá vida ao cowboy Bret Maverick, atrás do dinheiro necessário para entrar num torneio de pôquer. Toda a saga de Maverick atrás do dinheiro e seu ambiente western são apresentadas durante o filme, que foi dirigido pelo mestre Richard Donner (do clássico “Superman” e “Goonies”).

O malandro Maverick e Annabelle (Jodie Foster)

 

O Jogador: A História de Stu Ungar (2003)

Mais que um filme de poquer, uma história real: “O Jogador” (originalmente “High Roller: The Stu Ungar Story”) relata a vida de Stu Ungar (1953 – 1998), considerado um dos melhores jogadores na história, levando por três vezes o título da WSOP (World Series of Poker). Apesar da genialidade na mesa de jogo, a vida de Ungar foi conturbada, e morreu em 1998 após envolvimento com drogas. O filme foi produzido cinco anos após sua morte.

 

Casino Royale (2006)

James Bond não seria um agente completo sem uma mesa de cartas, mas foram necessários 21 filmes para que o maior dos agentes secretos tivesse uma trama com um pouco mais de foco no pôquer.  Apesar de não ser totalmente focado no jogo que consagra o Casino Época,  aqui 007 entra no jogo na estratégia de quebrar o bandido Le Chiffre (Mads Mikkelsen, da série “Hannibal”) arriscando tudo no estilo High Stakes, uma modalidade de níveis de aposta altíssimos.

O filme é baseado no primeiro livro de Ian Fleming, e é o primeiro de Daniel Craig como James Bond.

Mads Mikkelsen, Jeffrey Wright (hoje em “Westworld”) e Daniel Craig

Mesa do Diabo (1966)

Sim, ele tem quarenta anos. E ainda hoje é considerado um épico tratando de cartas. “Mesa do diabo” (“The Cincinnati Kid”) é um clássico trazendo um jogador obcecado pela fama: Eric Stoner ( vivido por Steve McQueen, de “Papillon”). Ganhando fama com o nome de Cincinnati Kid, Eric tem como objetivo jogar contra o melhor dos Estados Unidos, Lancey Howard (Edward G. Robinson, de “Pacto de Sangue”). 

Quando se analisa a produção, fica fácil de entender o porquê virou referência pelo filme e pelo jogo: A direção contou com Norman Jewison, que foi indicado sete vezes ao Oscar e três vezes ao Globo de Ouro.

Cartas na Mesa (1998)

Talvez o filme definitivo do tema, apontado em todas as memórias quando se fala de pôquer. O longa traz os (naquela época) jovens Matt Damon (da “Trilogia Bourne”) e Edward Norton (“Clube da Luta”) como dois amigos que perdem tudo no jogo para um traficante (John Malkovich, de “RED – Aposentados e Perigosos”). Após a derrota, Lester (Norton) é preso e Mike (Damon) tenta voltar a estudar… até que Lester sai da prisão e o convence a tentar recuperar o dinheiro perdido.

O filme tem como diferencial usar a modalidade Texas Holdem, que é o principal estilo no mundo, mostrando com muita clareza as ações do jogo.

Matt Damon em “Cartas na Mesa”

Deixe uma resposta