LOGAN – Muito mais que um filme de super-heróis


Sem dúvidas, Wolverine é um dos personagens mais queridos dos X-Men. Também não podemos negar que Hugh Jackman foi a escolha perfeita para o papel, mas até o momento os dois filmes solo do mutante ficaram muito abaixo do esperado, decepcionando muitos fãs. Mas isso não acontece em “Logan”.

Veja o trailer aqui

Em 2024, a população mutante diminuiu significativamente e os X-Men acabaram. Logan está perdendo seu fator de cura e se rendeu ao álcool, vivendo como choffer, tomando conta de um Professor X doente, que vive escondido (Patrick Stewart). Um dia, uma estranha pede a Logan que dirija uma garota chamada Laura (Dafne Keen) até a fronteira do Canadá. Primeiro Logan recusa, mas o Professor espera há muito tempo pela aparição dessa garota: Laura tem habilidades de luta extraordinárias e é, em muitas maneiras, similar a Wolverine. Ela é perseguida por figuras sinistras que trabalham para uma empresa poderosa, tudo porque seu DNA contém um segredo que a conecta com Logan. Uma perseguição implacável começa.

Enquanto os filmes anteriores foram água com açúcar para atingirem uma faixa etária mais baixa, nesse a violência ocorre a todo momento. São cenas de decapitação, sangue jorrando e muito palavrão que fazem parte do histórico do Wolverine nos quadrinhos, mas que nunca foram levados ao cinema.

As cenas de ação são muito bem dirigidas, prendendo a atenção a todo momento. Os carniceiros, vilões da história, têm uma presença bem impactante. Em contrapartida, temos o núcleo Wolverine/Prof. Xavier quase impossível de não se emocionar. Patrick Stewart nos entrega um Prof. X já debilitado pela idade, mas com uma relação paternal com Logan.

A pequena Dafne Keen, que vive X-23/Laura é um destaque à parte. Apesar de seus onze anos, ela consegue mostrar muito bem a raiva e ódio que fazem parte da personagem, e suas cenas estão entre as mais violentas do filme.

Claro que não podemos deixar de lado Hugh Jackman. Ele se entrega de uma maneira espetacular ao personagem, sabendo que essa seria a última oportunidade de mostrar o Logan que todos estavam esperando, que apesar de estar com seus poderes de regeneração enfraquecidos , aparece como um Wolverine feroz e bestial, mas que também é cheio de compaixão.

Infelizmente este é o último filme de Hugh Jackman como Wolverine. Foram quase 20 anos se dedicando ao personagem e sentimos o carinho que o ator tem com ele.

Foi um final perfeito. Muito mais que um filme de super-heróis. Um filme que ficará nas nossas memórias pra sempre.

.

Deixe uma resposta