Homem-Aranha pode integrar universo da Marvel no cinema


Sony, Disney e Marvel estariam planejando juntar suas franquias

.

Uma matéria do HitFix divulgada essa semana deixou os fãs da Marvel esperançosos! A reportagem sugere que a Sony, Disney e Marvel estariam em negociações para que o Homem-Aranha do cinema pudesse se conectar aos filmes da Marvel Studios.

Não há informações sobre o andamento dessas negociações, mas a Marvel teria se mostrado muito disposta a integrar o Homem-Aranha em seu universo cinematográfico, numa estratégia “para explodir a cabeça dos fãs”. Muitos artigos nos EUA especulam que esse possa ser o ponta pé inicial para que “Guerra Civil” seja adaptado para o cinema.

A Marvel já tem filmes agendados até maio de 2019 (leia mais aqui), além de Os Vingadores 2: A Era de Ultron (30 de abril de 2015), Homem-Formiga (16 de julho de 2015), “Capitão América 3” (6 de maio de 2016) e “Guardiões da Galáxia 2” (28 de julho de 2017).

Já a Sony tem programados duas expansões do universo do amigão da vizinhança: “Sexteto Sinistro” (11 de novembro de 2016), “Venom”, “O Espetacular Homem-Aranha 3”, além de um filme derivado focado em uma heróina do universo do Homem-Aranha.

.

E você? O que achou da notícia? O que achou da possibilidade? 😀

.

Os Vingadores

.

Pra entender

A Marvel Comics vendeu alguns dos direitos de seus personagens no início dos anos 90, antes do boom de seus heróis no cinema. Demolidor, O Quarteto Fantástico e X-Men foram deixados com a Fox; A Sony detém os direitos cinematográficos sob O Homem-Aranha e seu universo.

Por questões que envolvem os acordos realizados, a Marvel não pode utilizar estes heróis em seus filmes enquanto estiverem nas mãos de outras produtoras. Demolidor, por exemplo, retornou para a Marvel depois do contestadíssimo filme de 2003, com Ben Affleck ( o próximo ‘Batman’ ).

Com a ascensão dos filmes da Marvel Studios, sempre se especulou um possível longa-metragem com “Guerra Civil“, um arco importande nas HQ’s, mas que necessitaria do Homem-Aranha. Uma possível combinação Marvel-Sony volta a acender a chama de esperança sob o longa.

 

.

Comente!