Hayao Miyazaki planeja um último filme


Diretor quer fazer sua última animação usando CG

 

O lendário diretor japonês Hayao Miyazaki (“A Viagem de Chihiro”, “Princesa Mononoke” e tantos outros), anunciou que pretende voltar à indústria para fazer um último filme junto com os estúdios que ele ajudou a fundar, a Ghibli.

O mestre da animação deu uma entrevista à rede de TV Japonesa NHK, e teria dito que fez um contato com Toshio Suzuki, produtor do icônico Estúdio Ghibli, para tratar do projeto.

 

Miyazaki, 75, teria dito inclusive que estaria “preparado para morrer” durante a produção do filme. O projeto seria transformar seu último curta-metragem Kemushi no Boro (“Boro, A Lagarta”, em português) em um longa-metragem em Computação Gráfica.

miyazaki

O diretor Hayao Miyazaki . Créditos: THR

O diretor está aposentado desde 2013, quando fez “Vidas ao Vento”. O estúdio Ghibli, que ele ajudou a criar, anunciou “Memórias de Marnie” como um possível último filme em 2014/2015, mas lançou em 2016 “La Tortue Rouge”, divulgado em festivais pelo mundo.

Não há planos ainda de início para Kemushi no Boro virar longa-metragem. O curta de 10 minutos deve estar disponível em breve, em sessões especiais do estúdio.

 

Comente!