Os 20 anos de Pulp Fiction


Há 20 anos, Quentin Tarantino estreava o que é provavelmente, o mais icônico e genial de seus filmes.

 pulp fictionNesse ano Pulp Fiction completa 20 anos. Lançado em 14 de outubro de 1994 nos EUA é, sem dúvidas, o melhor filme do genial diretor Quentin Tarantino e um dos mais influentes do cinema moderno.

O roteiro, escrito por Tarantino na época em que era apenas o empregado de uma vídeo locadora, com a ajuda de seu colega de trabalho Roger Avary, culminou em um filme aclamado pela crítica e público, recebendo prêmios importantíssimos como a Palma de Ouro em Cannes e o Oscar de melhor roteiro original. O filme, que é uma produção independente, faturou cerca de 200 milhões de dólares.pulp fiction

A inspiração para “Pulp Fiction” veio das histórias de mistério e suspense, encontradas nas revistas conhecidas como pulp, impressas em papel de baixa qualidade conforme indica um letreiro no início do filme.

A produção conta três histórias que acabam se entrelaçando: a de dois assassinos profissionais, Jules Winnfield e Vincent Vega (Samuel L. Jackson e John Travolta), da esposa do mafioso, Mia Wallace (Uma Thurman), e a do pugilista Butch Coolidge (Bruce Willis).

O filme foi dirigido de forma espetacular, juntando drama, comédia, violência e atuações memoráveis. Foi o responsável pela volta triunfal de John Travolta, que andava pelo limbo de Hollywood, sendo até indicado ao oscar de melhor ator, e colocou no mapa dois grandes astros: Samuel L. Jackson e Uma Thurman. Também é o responsável por cenas memoráveis que marcaram pra sempre a história do cinema, como o diálogo sobre os sanduíches do Mc Donald’s entre Vincent Vega e Jules, o twist dançado por Mia e Vincent e claro, a grande citação de Ezequiel 25:17 feita por Jules. Essa citação não foi totalmente retirada da bíblia, apenas uma frase faz parte da passagem, o restante foi derivado de uma fala do filme Karate Kiba, de Sonny Chiba, que é um ídolo e inspirador de Tarantino.

 


Quentin Tarantino é um diretor que aprendeu o seu ofício assistindo a todos os filmes possíveis na sua época de trabalhador da vídeo locadora, se declara como uma pessoa “doidona e megalomaníaca” e fez sem dúvidas nenhuma a sua obra prima ao escrever e dirigir Pulp Fiction, um filme que apesar de já ter estreado há 20 anos, continua influenciado e divertindo o público. Uma obra de arte que com certeza mudou a história do cinema contemporâneo. E VIVA TARANTINO!

 
 

 
 
 
 
 

Deixe uma resposta